Política, Sociedade, Educação, Búzios, meio ambiente, Região dos Lagos

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

http://ipbuzios.blogs.sapo.pt

Espaço de discussão dos acontecimentos políticos de Armação dos Búzios


Quinta-feira, 17.07.14

Mirinho diz que André governa para meia dúzia de amigos


O ex-Prefeito Mirinho Braga em entrevista ao Jornal EXATO, de 11 de julho de 2014, faz afirmações que provocaram em mim muitas gargalhadas. Era melhor ter ficado calado pois fica ridículo acreditar ainda que possa enganar alguém. Quase tudo o que ele diz do governo André serve muito bem para o seu (des)governo. É muita cara de pau. Será que é só ele que não vê? Na verdade, o seu desgoverno contribuiu bastante para a eleição do cavalo paraguaio André. Logo, Mirinho é co-responsável por quase tudo que está acontecendo na cidade hoje. 

Sobre o governo André:

"Falta transparência, sobra incompetência e arrogância. Temos em Búzios um governo que não respeita os direitos do cidadão, rasga leis quando é conveniente e governa para meia dúzia de amigos. Estão levando nosso município a um estado de falência". 

"Administração? Não existe isso em Búzios! Os professores sofrem sem condições de trabalho, os alunos não têm o mínimo para um bom aprendizado, meses de espera para simples consulta ou exames.  Caiu a qualidade e quantidade do turista  que visita nossa cidade, com isso o índice de desemprego aumentou muito".  

Comentários no Facebook:




Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 07:27

Segunda-feira, 30.06.14

Quanto custa o lixo de Armação dos Búzios?

Capa da vitrine de Auditorias
O Relatório de Auditoria Governamental (Inspeção Ordinária) realizada na Prefeitura Municipal de Armação dos Búzios, entre os dias 16 e 20/04/2012, no âmbito do Tema de Maior Significância – TMS (Resíduos Sólidos), em cumprimento ao Plano Anual de Auditoria Governamental – PAAG para o exercício de 2012 (Processo 206.092-8/12) constatou que o município gastou R$ 12.390.842,15 com a contratação do serviço de limpeza pública, coleta e destinação final dos resíduos sólidos em 2011. O IBGE estimou a população de Armação dos Búzios em 28.279 habitantes nesse ano. 

Como justificar o gasto dessa fortuna se municípios com número de habitantes muito próximos gastaram muito menos? Itatiaia, com uma população estimada pelo IBGE (2011) em 29.094 habitantes, gastou com o mesmo serviço apenas R$ 4.495.998,23. Outros municípios do mesmo porte gastaram menos ainda: 

Arraial do Cabo, com 28.10 habitantes, gastou R$ 3.543.727,17
Bom Jardim, 25.539 habitantes, R$ 635.186,59.
Miracema, 26.827 habitantes, R$ 136.800,00.
Paty do Alferes, 26.469 habitantes, R$ 1.792.910,51
Piraí, 26.637 habitantes, R$ 2.671.129,00
Tanguá, 31.091 habitantes, R$ 1.818.126,71 

Como os "mirinetes" de Búzios podem explicar tamanho gasto? Como criticar as irregularidades do governo atual sem fazer uma autocrítica radical do apoio dado ao prefeito anterior que teve as mesmas práticas agora condenadas? Sem a autocrítica teremos uma oposição desqualificada.

Até quando vamos permitir que nossos Prefeitos joguem esta fortuna no lixo! 

Achados da auditoria em Búzios:

Achado 01. Ausência de plano de gerenciamento de resíduos sólidos de serviços de saúde para unidades administradas pelo município 
Problema a ser resolvido: Até o momento da visita desta equipe de inspeção (dia 25.04.12), o município não dispunha de plano de gerenciamento de resíduos sólidos de serviços de saúde para unidades por ele administradas.

Achado 02. Controle inadequado dos serviços prestados (coleta de resíduos sólidos) Problema a ser resolvido: 1. No momento da visita desta equipe de inspeção (dia 25.04.12) constatou-se o que se segue, no que tange ao controle dos serviços públicos de coleta de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU):  A Fiscalização não mantém registros próprios do cumprimento da programação estabelecida para coleta de RSU nas diversas localidades.
2. No momento da visita desta equipe de inspeção (dia 25.04.12) constatou-se o que se segue, no que tange ao controle dos serviços de coleta de Resíduos de Serviços de Saúde (RSS):  A Fiscalização não mantém registros próprios do cumprimento da programação estabelecida para coleta de RSS nas unidades de saúde.  Inconsistência de registros da Fiscalização para acompanhamento da disposição de RSS, no que se refere à classificação dos resíduos de saúde (Não são classificados por Grupos conforme Resolução CONAMA 005/1998).

Achado 03. Prestação inadequada de serviços (coleta de resíduos sólidos) 
Problema a ser resolvido: 1. Quanto aos veículos utilizados na coleta de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) constatou-se o que se segue:  Existência de veículos sem jogo de cones para sinalização, bandeirolas e pisca-pisca.  Existência de veículos sem botão que desligue o acionamento do equipamento de carga e descarga ao lado da tremonha de recebimento dos resíduos, em local de fácil acesso, nos dois lados.  Existência de veículos sem buzina intermitente acionada quando engatada a marcha a ré do veículo coletor.  Existência de veículos sem lanterna pisca-pisca giratória para coleta noturna em vias de grande circulação.  Existência de veículos com mais de cinco anos de uso.  Existência de veículos com pneus gastos.  Existência de veículos com mais de 40% de amassados/arranhados.  Existência de veículos com faróis ou lanternas danificados.  Existência de veículos com equipamentos com defeitos. 2. Quanto aos veículos utilizados na coleta de Resíduos de Serviços de Saúde (RSS) constatou-se o que se segue:  Existência de veículos que não indicam o tipo de resíduos transportados (NBR 10004).  Existência de veículos que não indicam o respectivo número.

Na sessão de 9 de maio de 2013 o plenário do TCE-RJ deliberou:  
      
I - Pela NOTIFICAÇÃO Sr. Delmires de Oliveira Braga, Prefeito Municipal de Armação de Búzios, responsável pela gestão municipal e pela contratação dos serviços de limpeza urbana, na forma estabelecida na Lei Complementar nº 63/90, para que, no prazo de 15 (quinze) dias, juntando a documentação comprobatória que se fizer necessária, apresente razões de defesa, juntando documentação comprobatória: 
1) Ausência de plano de gerenciamento de resíduos sólidos de serviços de saúde para unidades administradas pelo município. 
2) Controle inadequado dos serviços prestados (coleta de resíduos sólidos). 
3) Prestação inadequada de serviços (coleta de resíduos sólidos).
 
II - Pela COMUNICAÇÃO ao atual Prefeito Municipal de Armação de Búzios, para que, nos termos da Lei Complementar nº 63/90, cumpra as seguintes DETERMINAÇÕES, a serem cumpridas no prazo de 60(sessenta) dias:  
                                                 2 (i) O ex-prefeito, responsável pela gestão municipal e pela contratação dos serviços de limpeza urbana, deve ser notificado pelas irregularidades elencadas acima; e (ii) a comunicação sugerida pelo corpo instrutivo deve ser encaminhada ao atual prefeito de Búzios.

1) Encaminhe a este Tribunal de Contas, Plano de Ação com as informações constantes do modelo em anexo (fls. 121/122v); 
2) Designe servidor cujo cargo guarde correspondência com a responsabilidade assumida, para controlar o cumprimento das ações elencadas e servir de contato direto entre a Administração Municipal e esta Corte; 
3) Encaminhe a este Tribunal de Contas, em decorrência do item anterior, juntamente com o Plano de Ação, os dados (nome, cargo/função e telefone de contato) do servidor designado.       
  
JULIO L. RABELLO RELATOR 

http://www.tce.rj.gov.br/web/guest/consulta-a-processos/-/processo/206092-8/2012/visualizar?p_auth=PsvDTS70

Comentários no facebook:

Em Búzios a coleta de lixo sempre foi jogo de poder. E compra de voto.
Com Mirinho tínhamos a Búzios Serviços com Toninho a Locanty.
Gatamos 12.3 milhões contra 3.5 de Arraial do Cado que tem praticamente o mesmo nº de habitantes. (28 mil).
Sem contar Bom jardim que tem 25 mil e gastou só 635 mil.
(claro, eles não tem o nosso turismo)
Quanta roubalheira! Que raiva desses corruptos que nós colocamos no poder.
Que tal uma CPI da coleta de lixo ? 


Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 10:30

Sábado, 07.06.14

Afinal de contas, quantos funcionários públicos nós sustentamos em Búzios?

Logo da Prefeitura de Búzios

Como cidadão-contribuinte-eleitor (créditos para Hélio Fernandes) gostaria de saber a quantidade de funcionários públicos que temos na Prefeitura de Búzios. Nos "Estudos Socioeconômicos de Armação dos Búzios 2013" do TCE-RJ consta que tínhamos 3.149 funcionários em 2012. Destes, 1.003 eram concursados, e 2.119 comissionados e contratados.   

Já na Ação Civil Pública (Processo: No 0002217-83.2014.8.19.0078), impetrada pelo MPRJ requerendo a contratação imediata dos concursados, são 3.461, dos quais 1.831 seriam concursados e 1.530 não concursados (355 comissionados e 1.175 contratados). 


A Prefeitura ao recorrer ao TJ-RJ (Processo No: 0026260-27.2014.8.19.0000) questiona esses números. Segundo o governo foram chamados até o presente momento (maio de 2014) 1.628 concursados mas apenas 1.053 tomaram posse. Se já tínhamos 1.003 concursados quando Dr. André tomou posse, com mais estes 1.053, estamos com 2.056 concursados. Quanto aos contratados, o governo informa que assumiu em 1/1/2013 com 1.525 contratados nos quadros da Prefeitura. Como Mirinho concluiu seu mandato com 2.119 entre contratados e comissionados, subtraindo-se deste valor os 1.525 contratados, chegaremos ao número de 594 comissionados no seu governo. 

Considerando que todos estes comissionados foram demitidos pelo novo governo, o número atual de comissionados deve ser 355 como afirma o MPRJ na sua ACP. Número que deve ter sido levantado quando da busca e apreensão realizada pelo órgão na Prefeitura de Búzios em 29/08/2013.


Conclusão: 
Concursados - 2.056
Contratados -   1.003
Comissionados - 355
Total - 3.414

No mês de março deste ano gastamos R$ 9.003.091,48 com pessoal. Anualizando, e considerando o 13º salário, teremos mais de 117 milhões de reais de gasto com a folha de pagamento. Para um orçamento de 210 milhões, estamos gastando mais de 55,7% de nossas receitas, o que não é permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). O limite é 54%.

Meu comentário:

Com gastos desta ordem sobra muito pouco para investir na melhoria das condições de vida da população de Búzios. Não temos Saúde e a Educação de qualidade porque os recursos necessários para isso são direcionados para pagar salários de 1.358 escolhidos à revelia de qualquer critério objetivo, simplesmente para garantir a reeleição do Prefeito. E eles não ganham mal não. Quem ganha mal é concursado. Os Prefeitos da Região dos Lagos tem ojeriza a concursados, porque são independentes.

Comentários no Facebook:




Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 22:12

Terça-feira, 15.04.14

Comparando preços: serviço de poda de árvores - 2

No post anterior (ver "Comparando precos: servico de poda de árvores") afirmei que não havia encontrado o valor pago pelo serviço de poda de árvores no governo André e que ouvira falar que o novo governo estaria gastando algo em torno de R$ 80.000, 00 reais por mês. Acrescentei que não acreditava nisso. E não é que me enganei redondamente! Vejam abaixo:

Portal da transparência da Prefeitura de Búzios, junho de 2013, foto 1 
Portal da transparência da Prefeitura de Búzios, junho de 2013, foto 2

Estes valores do empenho foram encontrados no Portal da Transparência. No dia 14 de junho de 2013 foram empenhados R$ 638.206,58 para a empresa M.M.R. Construções, Serviços e Eventos Ltda contratada por 8 meses para realizar o "serviço de poda em árvores de pequeno e grande porte". A felizarda empresa está abocanhando R$ 79.775,82 por mês pelo serviço pelo qual se pagava no governo anterior, de Mirinho, R$ 15.702,90 mensais. Ou seja, estamos pagando cinco vezes mais pelo mesmo serviço!!! 

Observação: não encontrei o extrato anterior do contrato 047/2013 do processo administrativo 6598/2013 originado pelo pregão 019/2013, muito provavelmente porque esta licitação deve ser mais uma daquelas para a qual não se publicou o respectivo AVISO DE LICITAÇÃO. Com a palavra os vereadores. Ou, pelo menos, os vereadores da CPI do BO.

Comentários no Facebook:


Monica Werkhauser no governo mirinho a ong ativa búzios parou,graças ao andre Coutinho e o procurador dr. fabio, pois a adriana saade queria contrar uma empresa para fazer o serviço de podas masi ou menos no valorde 1.500.000,00. Se precisar dos detalhes temos guardado esta licitação que , repito não foi para frente por causa do procurador e do controlador ,  

  • Carlos Alberto Guidini OPS!!!, TEM ALGO DE PODRE NO REINO DA DINAMARCA, FUI COORDENADOR DE PARQUES E JARDINS NO GOVERNO PASSADO E NUNCA SOUBE DA EXISTÊNCIA DE UMA EMPRESA CONTRATADA PARA SERVIÇOS DE PODA. QUEM SE ARREBENTAVA ERA EU, O CINEI E O ANJINHO...

  • Monica Werkhauser acabdo de ver que o sr. guidini respondeu que não tinha empresa para fazer a poda, tentaram não conseguiram pois a licitação estava tão super faturada, so que o próprio carlos guidini, este na sala do andre Coutinho, tentando me convencer eu estava tudo certo, quando falei e mostrei mais erros o andre Coutinho acabou com tudo, como ele não sabai ele estava lá é so perguntar
  • Monica Werkhauser para o Dr. Fabio, André Coutinho e \Rafael Mika
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 16:55

Terça-feira, 15.04.14

Comparando preços: serviço de poda de árvores - 1

BO de 30/12/2010

BO 632, 10/04/2014

No governo Mirinho o serviço de poda de árvores custava R$ 15.702,90 ( R$ 78.514,50 dividido por cinco meses). Já no governo André não encontrei o valor. Apenas ficamos sabendo que o contrato foi aditado com uma prorrogação de 8 meses. Já ouvi gente falando que estamos pagando R$ 80.000,00 à MMR Construções Serviços e Eventos Ltda. Eu não acredito.

Comentários no Facebook:




Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 01:54

Terça-feira, 15.04.14

Em julgamento a licitação de capina e varrição do governo Mirinho

Em época de CPI do BO é bom saber que hoje, dia 15, às 13:00 horas, teremos na 1ª Vara da Comarca de Armação dos Búzios, audiência de instrução e julgamento da licitação de capina e varrição do governo Mirinho. Há suspeitas de que tenha acontecido crimes da lei de licitações (Lei 8.666/93). No processo n º 0001234-55.2012.8.19.0078, distribuído em 18/04/2012,  foram denunciados CARLOS HENRIQUES PINTO GOMES, FAUSTINO DE JESUS FILHO,  ELIZABETE DE OLIVEIRA BRAGA, SÉRGIO EDUARDO BATISTA XAVIER DE PAULA, RUY FERREIRA BORBA FILHO.

Em 12/07/2012, a Juíza  MAIRA VALERIA VEIGA DE OLIVEIRA “DECRETOU A SUSPENSÃO DO EXERCÍCIO DA FUNÇÃO PÚBLICA DE TODOS OS DENUNCIADOS quais sejam: Sr. RUY FERREIRA BORBA FILHO; Sr. CARLOS HENRIQUE PINTO GOMES; Sr. FAUSTINO DE JESUS FILHO; Sr.ª ELIZABETE DE OLIVEIRA BRAGA & Sr. SÉRGIO EDUARDO BATISTA XAVIER DE PAULA” , considerando que os Denunciados encontravam-se "em exercício na Administração Municipal de Armação de Búzios, em cargos de alta relevância como aduziu o Ministério Público em sua inicial e, razão por que entende este Juiz que deve a mesma ser deferida, visto que atuando em altos cargos na Administração, como dito pelo Parquet, há justo receio de que possam interferir em outras licitações, bem assim na efetivação de contratos administrativos”.

No julgamento do  HABEAS CORPUS Nº 0040449-78.2012.8.19.0000 impetrado contra o Juízo de Búzios, ACORDAM, por unanimidade, em 11/09/2012, os Desembargadores que compõem a Egrégia Terceira Câmara Criminal deste Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, em denegar a ordem, nos termos do voto do Relator. Na acórdão assim se pronunciou o RELATOR: DES. ANTÔNIO CARLOS NASCIMENTO AMADO :

"Em período não determinado, sendo certo ter ocorrido entre os dias 11 de março de 2009 e 27 de julho de 2009, na sede da Prefeitura Municipal de Armação dos Búzios, situada na Estrada da Usina, no 600, Centro, nesta Comarca, os denunciados, conscientes e voluntariamente e em união de ações e desígnios,
frustraram, mediante ajuste, combinação e expediente ilícito, o caráter competitivo do procedimento licitatório denominado "Concorrência no 02/2009", cujo objeto era a contratação de empresa de engenharia para a execução dos serviços de varrição manual, capina ina/roçada manual e mecânica, catação e remoção de resíduos sólidos, provenientes das ruas e avenidas setorizadas, pela contratação da empresa Mega Engenharia Ltda., com intuito de obterem vantagem, para si e para outrem, decorrente da adjudicação do objeto da licitação.

Os denunciados, detentores de cargos na Administração Municipal, eram diretamente responsáveis pela elaboração, processamento e conclusão do aludido procedimento licitatório, que foi autuado no âmbito da Administração sob o no 2830/2009, e que culminaria na contratação de empresa do setor privado ao fito
de realizar, dentre outros objetos, a varrição e capina dos logradouros da cidade, que fora dividida em 5 (cinco) setores. (...) Imperioso salientar que os denunciados 'Faustino, Elizabete e Sérgio compunham a Comissão Permanente de Licitação à época, estando o último na presidência desta, ficando todos, destarte,
responsáveis pela regular tramitação do procedimento licitatório, em observância aos ditames legais.

Noutro giro, o denunciado Ruy Borba, então Secretário de Planejamento da Administração Municipal, atuou diretamente na pratica do crime, na medida em que a comissão licitatória se tratava de órgão diretamente subordinado à Secretaria Municipal de que era titular, sendo que o denunciado, mesmo diante da flagrante irregularidade, determinou também o prosseguimento do feito com a abertura dos envelopes (fl. 204). 
Ademais, remetido o procedimento para análise, apreciação e pronunciamento à Secretaria Municipal de Serviços Públicos, o denunciado Carlos Henriques, então titular da pasta, homologou a licitação por concorrência no 02/2009, adjudicando o objeto licitado em favor da presa Mega Engenharia Ltda. e autorizando a emissão de empenho no valor total de R$ 2.338.226,94 (dois milhões, trezentos e trinta e oito mil, duzentos e vinte e seis reais e noventa e quatro centavos)" 

O processo cuida da “denúncia proposta pelo Ministério Público em face de RUY FERREIRA BORBA FILHO, CARLOS HENRIQUE PINTO GOMES, FAUSTINO DE JESUS FILHO, ELIZABETE DE OLIVEIRA BRAGA e SERGIO EDUARDO BATISTA XAVIER DE PAULA, em razão da suposta prática de crime previsto no art. 90, da Lei 8.666/93. O tipo penal imputado aos denunciados é o que se segue: ´Art. 90. Frustrar ou fraudar, mediante ajuste, combinação ou qualquer outro expediente, o caráter competitivo do procedimento licitatório, com o intuito de obter, para si ou para outrem, vantagem decorrente da adjudicação do objeto da licitação: Pena - detenção, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa”.

Fonte: TJRJ



Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 01:13

Segunda-feira, 14.04.14

Comparando preços: serviço de manutenção de praças e jardins de Búzios

BO 632, de 10/04/2014

No último Boletim Oficial (BO 632) foi publicado o extrato do contrato do serviço de manutenção de parques e jardins do município de Armação dos Búzios. A empresa felizarda- a Ale Construções de Cabo Frio Ltda ME- vai abocanhar R$ 70.020,00 por mês, quase quatro vezes mais o que ganhava a empresa A. M. Carvalho Prestação de Serviços de Manutenção e Zeladoria Ltda no governo anterior. Ela ganhava 108.507,16 em seis meses, o que dá um ganho mensal de R$ 18.084,52.  Vejam abaixo:

BO 558, de 29/11/2012

Ver também:

http://ipbuzios.blogspot.com.br/2013/10/quanto-o-governo-mirinho-gastou-em.html#.U0whr_ldWSo


Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 14:48

Terça-feira, 08.04.14

Processos criminais de Ruy Borba, o ex-todo poderoso do governo Mirinho 1

Processos criminais de Ruy Ferreira Borba Filho (RFBF) contra moradores da Cidade:

1) RFBF x André Luis Prata - Processo: 0000538-63.2005.8.19.0078 (Notificação)
2) RFBF x André Luis Prata - Processo: 0000612-20.2005 (Crime de imprensa)
3) RFBF x Ana Elisabeth Perez Prata - Processo: 0000613-05.2005 (Crime de imprensa)
4) RFBF x Ana Elisabeth Perez  Prata - Processo: 0002549-21.2012 (Difamação)
5) RFBF x Marcelo Lartigue - Processo: 0001045-24.2005 (Notificação)
6) RFBF x Maria Cristina Guimarães Pimentel - 0004571-57.2009 (Difamação)
7) RFBF x George Antoine Jean Mancini - Processo: 0004143-41.2010 (Calúnia, Difamação)
8) RFBF x Patrick Rabello - Processo: 0004786-28.2012 (Notificação)

Processos criminais contra Juízes da Cidade (Exceção de suspeição - criminal): 

1) RFBF x Juízo da 2ª Vara de Armação dos Búzios - Processo: 0004850-04.2013
2) RFBF x Juíza Maira Valéria V de Almeida - Processo: 0000419-87.2014

Processos criminais de cidadãos da Cidade contra RFBF:

1) Ana Elisabeth (e outros) x RFBF - Processo: 0001659-29.2005 (Crimes de imprensa)
2) Odair Brito Franco x RFBF - Processo: 0000147-4.2007 (Calúnia, Difamação, Injúria)

Processos criminais do MP-RJ contra RFBF:

a)  Recusa/retardamento/omissão de Dados Téc. P/propositura de Ação Civ. Pública (Art.10 - Lei 7.347/85)

1) Processo: 0004003-70.2011
2) Processo: 0002178-57.2012
3) Processo: 0002298-03.2012
4) Processo: 0003270-70.2012

b) Crimes da Lei de Licitações - Lei 8.666/93

1) Processo: 0001234-55.2012

c) Coação no curso do processo (Art. 344 - CP)

1) Processo: 0003935-52.2013
2) Processo: 0001562-48.2013

d) Lesão Corporal Leve (Art. 129 - Cp), caput, duas vezes, 150, §1º; 163, § único, l; 140, §3º e 147, duas vezes, todos do CP, n/f art 69

1) Processo: 0000759-36.2011 (Prisão)

e) Crime contra a administração ambiental (ART. 66 e 67 - Lei 9.605/1998), ART. 69-A, § 2º; Concurso de Pessoas (Arts. 29 a 31 - Cp); Concurso Material (Art. 69 - Cp)    

1) Processo: 0000134-31.2013
2) Processo: 0001562-48.2013 (Prisão)

Observação: é com este tipo de gente que Mirinho Braga governava a Cidade de Armação dos Búzios. Lembrem-se bem disso!

Fonte: TJ-RJ



Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 14:06

Sábado, 22.03.14

Chega de Armação em Búzios 2

Eu vestindo a camisa do movimento "Chega de Armação em Búzios"

O grande mérito da CPI do BO foi comprovar que fizeram a maior armação na história de Búzios com o intuito de direcionar mais de 20 licitações para os amigos do Poder. Digo isso, porque a realização de licitações sem a devida publicidade não é novidade em nosso município. O contrato com o jornal Povo do Rio está aí há muito tempo com esse objetivo. Jornal que quase ninguém lê na Cidade. Já se publicaram nele avisos de licitação sem que os mesmos fossem publicados no BO. Direcionamento de licitações, também. É muito comum aqueles que ganham contratos emergenciais ganharem também a licitação "normal". Fracionamento de obras para poder usar das armações de cartas-convites para os amigos sempre foi corriqueiro em nossa Cidade. Isso, sem falar em superfaturamento e desperdício de dinheiro público com obras inacabadas. Os esqueletos delas estão por aí insepultos para qualquer mortal ver.

A grande novidade desta CPI reside no fato dela ser, entre as CPIs instaladas em nossa Câmara de Vereadores, a que mais avançou nas investigações daquilo a que se propôs. É inegável que o sucesso das investigações muito se deve à prestimosa colaboração do Vice-Prefeito Muniz que, na ausência do Prefeito por motivo de viagem, forneceu as provas materiais (BOs fraudados) que a Comissão tanto necessitava.

Quanto às fraudes em licitação não se tem nada de novo. Desde a emancipação sempre se armou pra cima das licitações. Basta levantar todos os processos a que respondem na Vara de Fazenda Pública de nossa Comarca os dois Prefeitos anteriores que tivemos. (ver "O roto falando do esfarrapado"). 

Outra novidade: o grande apoio popular que a CPI vem conseguindo. Várias pessoas de correntes políticas e de opinião diversas na Cidade estão apoiando a  CPI do BO. Entretanto, muito deles vivem uma contradição em si. Como explicar o apoio atual à CPI contra as fraudes, se quando participavam de governos anteriores que faziam o mesmo- apenas em menor grau- nada falavam? Beneficiários do governo de alguma forma- mesmo que fossem apenas empregos- silenciavam, faziam vistas grossas a todo tipo de mal feito. Contraditoriamente, são contra as armações do governo atual (adversário), mas eram favoráveis às armações dos seus governos (aliado). Passam a ideia de que só reclamam porque não estão armando também. 

Para serem coerentes e consequentes com a bandeira do movimento "Chega de Armação" é preciso que se faça uma profunda autocritica do comportamento omisso em relação aos malfeitos dos governos anteriores dos quais participaram. O princípio do Movimento é: Prefeito não pode armar mais em Armação dos Búzios. Nem mesmo pequenas armações devem ser toleradas. Toda armação é armação contra o dinheiro público. Dinheiro que pertence ao povo trabalhador buziano. Se a autocrítica não for até a raiz do problema, estaremos lutando em vão. Novas armações surgirão!


CHEGA DE ARMAÇÃO EM BÚZIOS!    

Deu no blog do professor Chicão:


Só rindo
- A CPI do BO em Búzios é apoiada por algumas pessoas de bem, mas, tal como em Cabo Frio, a grande maioria é composta pela turma que apoiava o ex prefeito e se calava diante das sujeiras do governo passado. Tal como aqui, se fingem de moralistas para enganar os trouxas e pra ver se voltam a mamar


Comentários no Facebook:





Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 21:14

Terça-feira, 25.02.14

Cidade pobre é um problema!

Os 30 pontos de ônibus resultantes do convênio entre a Prefeitura e a Caixa Econômica Federal (CEF) assinado pelo governo passado seriam construídos de acordo com o modelo abaixo:

Único ponto de ônibus construído pelo governo Mirinho
Parte interna do ponto de ônibus protegido do vento com vidro

O  governo André constrói novos pontos com qualidade bem inferior. Podemos dizer que saímos do padrão FIFA para uma grande mulambada. Coisa de cidade pobre.

Ponto de ônibus construído pelo pobre governo André

Pobre tem mesmo que pegar vento na cara

Vivo dizendo aqui no blog- e aí está mais uma prova- que o povo sempre acaba pagando o pato- em termos de equipamentos e serviços- por sustentar passivamente uma horda de mais de 600 comissionados e 300 contratados e terceirizações desnecessárias e caras. Não sobra dinheiro nem pra fazer um ponto de ônibus decente para o povo pobre e trabalhador que, afinal, é quem usa transporte público.

Comentários no Google+: 

Denise Morand

 comentou em uma postagem do Blogger.
Compartilhada publicamente  -  22:53
 
Ainda bem que esse ponto de ônibus, de ricos, não "rolou". Não sei o que houve, mas sei que um engenheiro da Prefeitura foi o autor do projeto e do orçamento, foi o fiscal e o construtor...E esse não foi o único ponto construído, não! Ele construiu um igualzinho no terreno ao lado de sua (dele) casa ! Esse design pode até ser bonito (copiado do J Poletto), mas não pode virar um padrão, porque obstrui a calçada. Além disso estamos querendo construir cenários que remetam a uma cidadezinha pequena e aconchegante. Que lembrem uma aldeia de pescadores. Esse é o nosso diferencial das cidades vizinhas. (nem que seja fake)


Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 22:08


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2020

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031