Política, Sociedade, Educação, Búzios, meio ambiente, Região dos Lagos

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

http://ipbuzios.blogs.sapo.pt

Espaço de discussão dos acontecimentos políticos de Armação dos Búzios


Quarta-feira, 22.08.12

Comício do PSOL na Praça Santos Dumont 2 - Beth Prata


Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 12:50

Segunda-feira, 13.08.12

Comício da oposição em Búzios 2 Evandro


Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 15:57

Segunda-feira, 13.08.12

Comício da oposição em Búzios 1 João Carrilho


Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 00:37

Domingo, 20.05.12

Concurso Público da Câmara Municipal de Armação dos Búzios 1


Inscrições abertas 


"Estão abertas as inscrições para o Concurso Público da Câmara Municipal de Armação dos Búzios. São 13 vagas para os níveis fundamental, médio e superior e o valor das inscrições é de R$ 35, R$ 60 e R$ 75 respectivamente. Os salários variam entre R$ 622 e R$ 3.491,25. 

As inscrições abertas no dia 18 de maio vão até o dia 29 do corrente mês e as provas serão realizadas no dia 24 de junho, locais e horários serão divulgados em edital próprio. As inscrições podem ser feitas pela internet, através do site www.unicaps.com.br ou na sede da Câmara Municipal, de segunda-feira a sexta-feira, de 9h às 12h e 13h às 17h.

As vagas disponíveis são de Agente Legislativo, Técnico de Contabilidade, Operador de Multimídia, Técnico em Informática, Agente de Serviços Gerais, Motorista, Contador, Procurador Jurídico, Técnico Legislativo e Jornalista.

Maiores informações no edital disponível no  http://www.unicaps.com.br/principal.aspx  ou no http://www.camarabuzios.rj.gov.br/

Meu comentário:

Fiquei abismado quando soube que o concurso da Câmara será feito para preenchimento de apenas 13 vagas: 4 vagas para agente legislativo e 1 vaga para cada um dos outros cargos. A última informação que tive foi que a Câmara de Vereadores de Búzios tinha 84 funcionários. Já ouvi o vereador Lorram falar em plenário em 100. Se o vereador tiver razão teremos um quadro absurdo. Vejamos.

Cada vereador tem direito a nomear 2 assessores (as) parlamentares e 2 secretárias (os). Como são nove vereadores, teremos 36 indicados por eles. Até aí tudo bem. Toda Câmara funciona assim. Como temos, hoje, 5 concursados, somando-se aos 13 aprovados no próximo concurso, ficaremos com 18 que, somados aos 36, de livre escolha dos vereadores,  dá 54. Se tem 100 funcionários, sobram (100-54) 46 cargos de direção, assessoramento e chefia. Chegaremos ao absurdo de termos 46 chefes para 18 concursados! Haja cacique! E quem indica estes 46? A mesa diretora? (ou as indicações foram negociadas entre todos os vereadores?) Ora, bolas, como criticar o empreguismo no Executivo se os vereadores fazem o mesmo no Legislativo? Como a mesa diretora está composta por vereadores de oposição, isso quer dizer que não temos oposição de verdade em Búzios, só temos fila de espera? A oposição só está esperando a sua vez para fazer a mesma coisa que o governo atual está fazendo? Com a palavra a mesa diretora.  


Comentário no Facebook:         



Gerusa Lopes comentou seu link.

Gerusa escreveu: "Não entendi a matéria. Tem concurso que nem põe o número de vagas, outros que põe pouquíssimas vagas, mas isso não quer dizer que não vá convocar mais aprovados, esta medida se chama cadastro de reserva e é bem comum. Em relação aos cargos de chefia e assessoramento, eles podem ser extintos assim como qualquer cargo em comissão ou de confiança. Então, neste ano podem ter 46, mas ano que vem, com os novos vereadores, podem sem 20 ou mais que 46, os cargos podem ser extintos ou criados de acordo com o próprio interesse do órgão legislativo, e votado por ele mesmo, infelizmente. Resta ao povo acompanhar de perto."


Regina Marques comentou seu link.

Regina escreveu: "Espero a resposta também,pois ouvi o Presidente João Carrilho, falar em tom solene da seriedade do tal concurso que estavam preparando.Por favor,não suporto mais corrupção e muito menos de quem estou depositando minhas esperanças em uma Búzios mais digna!!"


Maria Do Horto Moriconi comentou seu link.

Maria Do Horto escreveu: "Espero que eles respondam mesmo. Parecia que estava melhorando apostura dos políticos... será que foi enrolação?!"

Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 20:35

Quinta-feira, 23.06.11

Por falar em traição

Fazendo um estudo de todas as eleições de vereadores em Búzios chegamos a duas conclusões comuns a todas elas:

1) vereador eleito que trai o seu grupo político não se reelege.
2) vereador que perde eleição não se reelege mais.

Na primeira eleição de 1996 tivemos os vereadores José Carlos e Jajaia eleitos pelo PSDB. Não importa que José Carlos tenha entrado depois devido à renúncia de Otavinho por causa da dupla filiação. Ambos foram eleitos pelo PSDB, partido que fazia parte da coligação de oposição ao prefeito eleito, Mirinho Braga, e depois, passaram para a bancada de situação. Traição ou puro oportunismo político é fato que os dois disputaram a eleição seguinte de 2000- José Carlos pelo PDT e Jajaia pelo PSB, ambos partidos da base de apoio a Mirinho-  e não conseguiram se reeleger.  

Dessa 1ª legislatura só dois vereadores se reelegeram: Valmir e DJ. Os dois foram eleitos pela oposição e nela permaneceram durante todo o mandato. O curioso é que todos os vereadores do PDT do prefeito Mirinho - Maria Alice, Nego do Torrely, Miúda, Isaías e Marreco (que substituiu Alice quando ela foi para a secretaria de finanças) - não se reelegeram.  

Dos vereadores de oposição eleitos em 2000 aderiram ao governo, Valmir e Aziel. Valmir não disputou a eleição de vereador de 2004, mas perdeu a eleição majoritária como vice de Maria Alice. Aziel tentou a reeleição e perdeu.

Eleitos pelo PDT- partido de oposição a Toninho em 2004- os vereadores Uriel e Fernando imediatamente após as eleições já faziam parte do novo governo. Os dois não se reelegeram em 2008. Também perdeu a reeleição o vereador Flávio Machado. Fora eleito pela situação (Toninho) mas passou para a oposição (Mirinho) sendo um dos articuladores do G5 da época. Genilson também fez parte do grupo mas em nenhum momento mostrou apoio ao ex-prefeito.

Se a regra valer para as próximas eleições de 2012, não devem se reeleger os atuais vereadores Leandro, Felipe, Joice e Joãozinho. Os dois primeiros já traíam durante a eleição. Apesar de serem candidatos pelo PSC, cujo candidato a prefeito era Duda Tedesco, pediam votos para o prefeito Toninho Branco. Depois de eleitos, correram rapidamente para os braços de Mirinho. Joãozinho, como Flávio na legislatura passada, articulou um novo G5, fazendo dura oposição ao prefeito de seu partido. A vereadora Joice conseguiu trair duas vezes. Rompeu com o governo para criar o G5 e agora retorna para a bancada da situação. Ou seja, Joice foi a vereadora que mais traiu. Conseguiu trair a situação e a oposição. Nenhum vereador até então tinha realizado tal proeza.

Esses parecem ser os ensinamentos que o povo nos dá nas eleições. Quem não aprender a lição, deve dançar.

Ver: "Iniciativa Popular Búzios"

Comentários:


Flor disse...
Adorei a interpretação... Seguindo a linha terrorista, se voltarem ao comportamento inicial para não serem traidores, também não adianta...O passado te persegue, dá até nome de filme!
Assim que o destino está traçado! Otimo, teremos novos vereadores. E o que acontece com os que dizem qualquer coisa para salvar o prefeito? Encaram vaias das pobres professoras... Não acontece nada? Isso é muito injusto! Teremos Messias for ever???

Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 20:27


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2020

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031