Política, Sociedade, Educação, Búzios, meio ambiente, Região dos Lagos

Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://ipbuzios.blogs.sapo.pt

Espaço de discussão dos acontecimentos políticos de Armação dos Búzios



Sexta-feira, 18.11.11

Prefeito desrespeita legislativo

No artigo “Política emperra máquina turística em Búzios”,  assinado por Niete Martins (revista Cidade de 12/11/2011), o prefeito de Búzios, Mirinho Braga, chama o presidente da Câmara de vereadores de Búzios,  João Carrilho,  de “irresponsável, mentiroso e inconseqüente”.  Desta vez, ele não se escudou em nenhum secretário pitbull nazista para espinafrar vereadores e perseguir adversários, muito pelo contrário, botou a cara de ditadorzinho de meia tijela na reta e mostrou, de acordo com sua visão particular de democracia, que não tem  o mínimo respeito pelo parlamento municipal e, muito menos, pela minoria representada pela atual mesa diretora. Revelou-se um verdadeiro tiranozinho de cidade do interior que só sabe conviver com um legislativo dócil, subserviente- a turminha do amém das primeiras legislaturas.
A convivência com a vaidade do secretário direitista sabe-tudo-faz-nada-gelatinoso deve ter-lhe subido à cabeça para ter a pretensão de ensinar ao presidente do legislativo que orçamento é orçamento e dinheiro é dinheiro.
 "Ele confunde orçamento com dinheiro. Não sabe distinguir uma coisa da outra. Entendo, apesar da arrogância e prepotência, que ele não passa de um menino mimado, e de fácil manipulação".
Como todo tiranozinho de cidade de interior, vive completamente fora da realidade, rodeado de puxa-sacos. É por isso que atira pedras nas janelas dos outros esquecendo seu telhado de vidro. Diz ele sobre aluguéis:
“ Ele deveria parar e explicar o que fez com quase R$ 5 milhões do orçamento da Câmara. Como gastou? O que fez com tanto dinheiro? Qual o saldo disponível? Tenho certeza que esse dinheiro daria para fazer alguns prédios para a Câmara, que continua alugando um imóvel para funcionar”.
Realmente, o tiranozinho tem razão: há muito tempo que a câmara de vereadores já deveria ter uma sede própria. Mas o prefeitinho, melhor dizendo, o tiranozinho esquece que já teve vários presidentes de câmara nas mãos (via cargos públicos e outras benesses) que nada fizeram em relação a isso. E convenhamos, o prefeitinho ter a cara de pau de vir a público falar de aluguéis desnecessários é demais! Não só desnecessários, mas bem acima dos valores de mercado. O seu vice-prefeito poderia vir a público falar o que acha do valor que a câmara paga de aluguel? Que tal? O seu líder na câmara poderia também falar sobre o valor dos aluguéis da Escola Juvenal e do CEPEDE. Que tal?
A visão de democracia do tiranozinho:
 Ele não entendeu que a Câmara é um Colegiado, e que a orientação e o ritmo a ela quem dá é a maioria. Ele tem uma presidência sem maioria, o que expõe ainda mais a sua imaturidade e os seus medos diante de outros vereadores mais antigos".
Prefeitinho, toda democracia de verdade respeita as minorias. Quem conhece um pouco de política sabe que um prefeito só perde a maioria na câmara quando ele é muito ruim, quando faz um governo desastroso ou quando, por achar que sabe tudo, não ouve sua base. No seu caso, foram as três coisas juntas. A sua coligação só elegeu 4 vereadores, mas logo o senhor cooptou 3. O senhor sabe como conseguiu isso, não sabe? Eles não foram para a sua base parlamentar pelos seu lindos olhos ou ideologia, não é? Ou seja, no ínicio de seu mandato o senhor tinha uma maioria confortável de 7 vereadores. Como é que a perdeu, prefeitinho?
Mas o melhor momento da matéria da Niete é quando relata o nervosismo do tiranozinho saindo em defesa de seu amigo pessoa-de-bem Mário do Michou:     
"Quando acusa, o vereador Joaozinho é irresponsável, mentiroso e inconseqüente. Fizemos a contratação dos artistas de forma direta, ou seja, a Prefeitura fez os contratos, sem intermediários e a estrutura também foi devidamente licitada. Posso afirmar que a pessoa citada pelo vereador não tem ligação nenhuma com isso. Ele tenta trazer para o ambiente sujo dele, pessoas de bem".
A reação agressiva do tiranozinho se deve ao fato do presidente da câmara de vereadores ter acusado a prefeitura de desvio de recursos ao contratar por  620 mil reais a  empresa ECOPARK  do seu amigo Mário do Michou – frise-se, uma empresa de estacionamento-  para fazer toda estrutura dos shows.
A agressividade também pode ser explicada pela avaliação corretíssima, feita pelo presidente da câmara,  da atual situação econômico-financeira da prefeitura:  o  problema da cidade não é dinheiro e sim “os compromissos com os empreiteiros”;  “o orçamento de Búzios é 170 milhões. O que falta é uma administração correta, acabar com o empreguismo”. Loteamento da prefeitura dá nisso: desgoverno. Ou seja, quando se loteia a prefeitura, a cidade fica ingovernável. Igualzinho como fez o prefeito anterior. Búzios não merece isso.   
Fonte: "Revista Cidade"

743

Comentários:

 


Flor disse...
 
MA-RA-VI-LHA!!!!! O cara perdeu a noção!! Provavelmente é o contágio do gelatinoso, concordo com tudo o que vc fala. Impossível não se indignar com tanta cara de pau. Desejo do fundo do coração que muita gente leia este texto. Tá na hora de indignar-se de fato!
rafael moraes disse... 
 
PROCESSO TCE N.º 215.918-7/2010 PRESTAÇÃO DE CONTAS 2009 Uma das recomendações: "III – COMUNICAÇÃO, com fulcro no § 1º do artigo 6º da Deliberação TCE-RJ nº 204/96, ao Sr. Delmires de Oliveira Braga, atual Prefeito Municipal de ARMAÇÃO DOS BÚZIOS, na forma do artigo 26 e incisos do Regimento Interno deste Tribunal, aprovado pela Deliberação TCE-RJ nº 167/92, para que PROCESSO N.º 215.918-7/2010 RUBRICA FLS. 1186 seja ALERTADO quanto ao déficit financeiro de R$ 1.539.026,48 apresentado nestas contas, visando o implemento de medidas a fim de restabelecer o equilíbrio financeiro até o último ano de seu mandato, pois este Tribunal poderá pronunciar-se pela Emissão de Parecer Prévio Contrário à aprovação de suas Contas no caso do não cumprimento do §1º do art.1º da Lei Complementar n.º 101/00" SEM COMENTÁRIOS...

Reporter Cidadão disse...
 
Será que neste suposto desfalque de pouco mais de 1,5 milhões de reais, não estaria incluidas as horas extras pagas a servidores que não fazem, e a alguns fantasmas tambem ? Tem horas extras correndo pelo ladrão, e que podem ser conferidas através de contra-cheques que o próprio legislativo por vezes solicitar cópias ao executivo. Basta depois cruzar os dados, com o banco de dados da lotação dos respectivos servidores. Tem até servidores que trabalham somente em expediente, e elaboram uma escala extra, que fica na gaveta, para efeitos de tentativa de explicações, em caso de serem surpreendidos pelo MPE, que seria Ministério Público mesmo, ou "Mistério Oculto"? Poderíamos sugerir uma CPI séria sobre averiguações desta sangria aos cofres públicos. Mas, não pode acabar como a ultima do transporte, que nem averiguaram a suspeita viagem bancada pela Stylos, ao Coordenador de transito e transporte da atual administração.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 17:01


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2011

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930