Política, Sociedade, Educação, Búzios, meio ambiente, Região dos Lagos

Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

http://ipbuzios.blogs.sapo.pt

Espaço de discussão dos acontecimentos políticos de Armação dos Búzios


Sexta-feira, 25.07.14

Búzios e o ranking nacional do turismo

Site do MTUR

O jornal Primeira Hora afirma que "Búzios caiu seis posições no ranking do turismo e saiu da lista das ?dez mais?" com base em uma pesquisa feita pelo site de hospedagem "hoteis.com" entre janeiro e junho deste ano. Segundo o site (e o jornal), "Búzios foi a cidade brasileira que mais perdeu turistas estrangeiros no primeiro semestre de 2014, caindo seis posições, e assumindo a 12ª colocação no ranking de cidades brasileiras mais visitadas por turistas estrangeiros". Búzios estava na 5ª posição no Estudo da Demanda Turística Internacional do Ministério do Turismo em 2013, ano-base 2012. Hoje, segundo o estudo do site hoteis.com, estaria na 12ª posição, deixando de figurar na lista dos dez destinos turísticos mais visitados por estrangeiros no país. 

O JPH acrescenta que a cidade de Búzios, junto com Florianópolis, foram as cidades que mais perderam postos no ranking. Búzios teria perdido 6 posições e Florianópolis 4, passando a ocupar a 13ª posição.

A seguir o jornal aponta as possíveis causas da queda:  
1) a realização da Copa do Mundo no Brasil, o que teria prejudicado o desempenho da Cidade, que viu parte dos turistas procurarem as cidades que sediaram jogos do mundial, com reservas feitas desde o final de 2013.
2) consequência das deficiências que a Cidade coleciona, de forma histórica, preços altos, e serviços que nem sempre condizem com aquilo que é cobrado.
3) Problemas de infraestruturas
4) períodos marcados por más gestões na administração e contas públicas.


Nada mais enganoso. O sectarismo político leva a absurdos como esse. No afã de criticar o governo em um setor tão vital quanto o turismo, o jornal esquece de confrontar o resultado da pesquisa do site com os estudos feitos pelo Ministério do Turismo (MTUR). Estes sim, estudos rigorosos.  Em seu Anuário Estatístico, o MTUR "apresenta uma compilação de informações anuais relativas ao comportamento de diversos setores da área turística, entre eles: fluxo mensal de turistas estrangeiros para o Brasil pelos principais portões de entrada, via de acesso, residência permanente e informações sobre as características de seu perfil, movimentação de passageiros, evolução do turismo internacional e resultados econômicos da atividade". O Estudo de 2014, ano-base 2013, ainda não foi concluído. O estudo do site hoteis.com teria sido feito com base nas reservas realizadas entre janeiro e junho deste ano, comparando com o mesmo período de 2013. Nada mais vago.

No site do "hoteis.com" não encontrei o tal estudo. Por ato falho, o site do jornal PH publica a notícia "Búzios caiu seis posições no ranking do turismo e saiu da lista das ?dez mais?" com estranhas interrogações, talvez duvidando da própria informação. E é praticamente impossível que Búzios tenha caído sete posições- era o 5º em 2012-  e não seis como os estudo apregoa. A não ser que tivesse ocorrido uma catástrofe e algumas praias tivessem sido poluídas com derramamento de petróleo. 

Desde 2007, Búzios recebe mais de 6% dos turistas estrangeiros que viajam ao Brasil a lazer. Foram 6,4% em 2007, 6,2% em 2008, 7,9% em 2009, 7,5% em 2010, 6,4% em 2011 e 7,9% em 2012. Excluindo-se as capitais Rio de Janeiro (1ª em 2012, com 29,6% dos turistas), Florianópolis (2ª, com 18,1%), São Paulo (4ª, com 10,5%), Salvador (6ª, com 6,2%) e a não capital Foz de Iguaçú (3ª, com 17,3%) , Búzios, nos últimos anos, compete com as cidades de Santa Catarina Balneário Camboriú (7ª em 2012, com 5,0% dos turistas) e Bombinhas (8ª, com 4,8%). Portanto, para Búzios despencar da 5ª colocação para a 12ª  teria que acontecer uma catástrofe e estas pequenas cidades concorrentes aumentarem assustadoramente o número de turistas que recebem. 

Outra informação incorreta. Se Florianópolis caiu quatro posições, ela não estaria ocupando a 13ª posição, mas a 6ª, porque em 2012 era a 2ª cidade do país que mais recebeu turistas estrangeiros em viagem de lazer. Até isso o jornal não verificou.


Comentários no Facebook:


Jose Figueiredo Sena Sena Luiz Carlos Gomes , é simplesmente um pequetito comentário não se deve levar muito a sério estes comentários de folhas dirigidas eu não levo a sério mesmo , pra mim passa batido , é muita conversa pra boi dormir , não dá né .

Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 14:26

Quarta-feira, 16.04.14

O jornal mais lido de Búzios

Na edição desta semana (edição nº 1565) o jornal Primeira Hora (JPH), rebatendo post publicado aqui no blog (ver "Folha de Búzios é disparado o melhor jornal de Búzios") , traz matéria em que afirma que é o jornal mais lido de Búzios tanto na forma impressa quanto na Internet. Não quero polemizar com o proprietário do referido jornal mas não posso passar por mentiroso. Também algumas coisas precisam ser reveladas para que as pessoas possam avaliar o tipo de jornalismo que se pratica por nossas bandas. Vamos lá.

O dono do jornal garante que o JPH é o jornal (em papel) mais lido de Búzios com base em uma pesquisa do IBOPE- INTELIGÊNCIA... de 2012!!!. Vejam abaixo, a página publicada em encarte na edição anterior (edição nº 1564) com a tal pesquisa.

JPH publica pesquisa IBOPE de 2012

A vontade de iludir a população de Búzios é tão grande que esqueceram de alterar a data no encarte publicitário. O encarte publicado em 4/4/2014, junto com a edição nº 1564 do jornal, veio com data de 12/12/2013!!!  

JPH republica pesquisa de 2012 de 12/12/2013 em  edição de 4/4/2014



Reparem que no meu post não havia questionado o número de leitores na forma impressa. Feitos estes esclarecimentos, cabe ao jornal providenciar nova pesquisa porque o quadro pode ter mudado muito. 

No campo da Internet, o dono do jornal garante que o JPH "é o que tem o maior tempo de permanência dos leitores em seu site" mas não cita os tempos dos concorrentes. Como pode fazer tal afirmação? Afirma também que o jornal tem 4.276 visitas diárias por IP. Os dois dados teriam sido fornecidos pela empresa LOCAWEB. Mas não revela que a LOCAWEB não é um site de avaliação de sites e blogs mas um servidor responsável pela hospedagem do site do jornal! Ou seja, esses dados não são públicos e, portanto, não podem ser confirmados! Logo, pode ser apresentado qualquer número! 

Se o dono do JPH não gostou dos dados extraídos do site ALEXA que revelam que o jornal Folha de Búzios está muito melhor colocado do que o JPH tanto a nível mundial quanto local, apresento outra pesquisa (site: http://www.worthofweb.com/calculatorinformando o número de visitantes diários de cada site. Com a vantagem de serem dados públicos e poderem ser confirmados pelos links abaixo.

Número de visitantes diários:

JORNAL PRIMEIRA HORA - 462 visitantes/ dia  
(ver link: http://www.worthofweb.com/website-value/http:/www.jornalprimeirahora.com.br/)

JORNAL FOLHA DE BÚZIOS - 2.203 visitantes/dia
(ver link: http://www.worthofweb.com/website-value/http:/www.jornalfolhadebuzios.com.br/)

Comentários no Facebook:


Academico para sua informação aqui está a pesquisa que apresenta a sociedade,,,, .que o senhor pensa a respeito de esta informação publica

Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 13:50

Terça-feira, 08.04.14

Folha de Búzios é disparado o melhor jornal de Búzios na WEB

Logo do Jornal Folha de Búzios


Segundo o Alexa Rank- considerado o melhor site de avaliação de sites e blogs- o Jornal Folha de Búzios (FB) ganha de goleada na WEB dos seus principais concorrentes em Búzios: o jornal Primeira Hora (PH) e o Jornal O Peru Molhado(OPM). Enquanto o OPM está classificado em 2.213.663º entre todos os sites do mundo e o PH em 957.851 º, o FB ocupa o 628.066º. No Brasil, o OPM nem mesmo aparece, enquanto o PH está em 32.787º. O FB é o 17.449º entre todos no Brasil.

Enquanto os leitores do PH dedicam 2:31' de seu tempo em média por visita, os leitores do FB dedicam 3:23'.

Comentários no Facebook:




Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 22:49

Sexta-feira, 28.03.14

Podem copiar à vontade, mas por favor citem a fonte

Todos os dados abaixo, publicados no Jornal Primeira Hora de hoje (28),  foram retirados da minha postagem "Cadê os Avisos de Licitação? 2" de 7 de março de 2014 sem que a fonte fosse citada. Isso é muito feio! Deu muito trabalho fazer esse levantamento. Afinal de contas, o trabalho intelectual precisa ser reconhecido e valorizado.





Jornal Primeira Hora,  de 28/03/2014 

Vejam abaixo a minha postagem e confirmem o plágio descarado do Jornal Primeira Hora :  


Aquisição de material de papelaria para as escolas da rede.
PP: 032/2013. Contrato: 061/2013. PA: 242/2013. Empresa vencedora: Casa do Educador Com e Serv Ltda. BO 595, de 15/08/2013. Valor: 465.676,89. Período: 6 meses. Valor Anualizado (VA): R$ 931.353,78.

Manutenção de escolas.
PP 028/2013. Contrato: 58/2013. Processo Administrativo (PA): 4844/2013. BO: 595, de 15/08/2013. Empresa vencedora: R S Brasil Construtora Ltda. Valor (V): 371.700,00. Período (P): 5 meses. Valor Anualizado (VA): R$ 892.080,00.

Locação de ambulância UTI móvel.
PP: 029/2013. PA: 4874/2013. Empresa vencedora: E A C Daier Ltda. BO 595, de 15/08/2013.
Valor: R$ 83.500,00 mensais. Valor anualizado: R$ 1.002.000,00

Limpeza das unidades de saúde.
PP 030/2013. PA: 2528/2013. Contrato: 057/2013. Empresa vencedora: Rótulo Empreendimentos Comerciais e Serviços Ltda. BO: 595, de 15/08/2013.
Valor: R$ 2.280.000,00. Período: 12 meses. Valor anualizado: R$ 2.280.000,00

Limpeza de praias.
PP: 039/2013. PA: 3081/2013. Contrato: 062/2013. Empresa vencedora: Quadrante Const. e serv. Ltda ME. BO 597, de 22/08/2013. Valor: R$ 708.000,00 Período: 6 meses. Valor anualizado: R$ 1.416.000,00.

Locação de tendas , etc.
PP 023/2013. Contrato: 046A/2013. PA: 9135/2013. BO: 595, de 15/08/2013. Empresa: MAF da Silva Serv e Eventos ME. Valor: R$ 137.624,00 Período: 1 mês (13 a 30 de junho de 2013)

Serviços diversos para todos os tipos de eventos.
PP 024/2013. Contrato: 046/2013. PA: 8123/2013. Empresa: Federação Interestadual  Da Associação de Prestadores. Artísticos e Culturais. BO: 595, de 15/08/2013. Valor: R$ 82.256,00. Período: 1 mês (13 a 30 de junho de 2013)

Locação de tendas, etc
PP 023/2013. Contrato: 046B/2013. Empresa: 3J turismo e eventos. BO: 595, de 15/08/2013. Valor: R$ 2.831.421,00. Período: 12 meses. Valor Anualizado: R$ 2.831.421,00.


Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 12:46

Quinta-feira, 27.02.14

Meu depoimento à CPI do BO

Foto Jornal Primeira Hora , 27/02/2014, pág. 3

Algumas observações, a bem da verdade, precisam ser feitas à cobertura do Jornal Primeira Hora do meu depoimento na reunião pública da CPI do BO. Segundo o jornal eu disse:

- "Um empresário amigo meu (não quis revelar o nome) pediu-me para ficar atento à licitação de material de papelaria para Educação. Tinha interesse de participar do certame licitatório. Fiquei acompanhando, como faço sempre, e de repente apareceu já o extrato do contrato, cujo objeto era a compra desse material - afirmou Luiz Gomes, acrescentando que foi investigar e verificou que os avisos das Tomadas de Preço pularam do número 14 para 42.

Luiz Carlos disse sempre ter sido ‘a prática no Município de prefeitos beneficiarem amigos, parentes, ou colaboradores de campanha, por meio da condução na licitação, ou na contratação de serviços de compra ou de terceirizações’, e que ‘se surpreendera mais ainda, porque o atual governo fora eleito com base numa proposta de mudar essas práticas’.

- Fui verificar e constatei que os preços dos mesmos contratos no governo (André Granado) todos eram mais altos, comparados com os governos anteriores, e que nesse governo está se assistindo a condução dos negócios sem zelo, e gastando mais ainda - acentuou a testemunha, reafirmando que a circulação dos atos oficiais é feita com muita irregularidade. Os contratos mencionados foram os do lixo, da merenda escolar e papel para as escolas, entre os quais estaria um, cujo gasto teria sido de R$ 5,5 milhões sem licitação.

Luiz Carlos confirmou ainda que o seu ‘blog’ é muito lido pelo pessoal da Prefeitura, e que algumas vezes conversou com o coordenador da Comunicação, Beto Jordão, o que lhe faz julgar que os agentes sabiam das denúncias feitas na sua pagina. A testemunha também confirmou que já protocolara junto ao MPs do Estado e Federal, e também ao TCE, aquilo que ele entendia como supostas irregularidades, pedindo a esses órgãos que deflagrassem as investigações e apurações de eventuais irregularidades" (JPH, 27/02/2014)

Meu comentário: 

1)  Eu não disse "sempre ter sido ‘a prática no Município de prefeitos beneficiarem amigos, parentes, ou colaboradores de campanha, por meio da condução na licitação, ou na contratação de serviços de compra ou de terceirizações". Na verdade disse, em termos genéricos, que sabemos que em muitos municípios brasileiros quando se quer beneficiar amigos, parentes e financiadores de campanha não se dá  a devida publicidade aos editais de licitação e, respondendo à uma indagação do vereador Felipe Lopes, disse que o mesmo poderia ter acontecido em Búzios. Há uma diferença entre afirmar e supor que poderia ter acontecido. Cabe à CPI provar se algum direcionamento foi dado às licitações.

2) Em nenhum momento afirmei que "a circulação dos atos oficiais é feita com muita irregularidade".

3) Também não mencionei os contratos do "lixo, da merenda escolar e papel para as escolas" e que "entre os quais estaria um, cujo gasto teria sido de R$ 5,5 milhões sem licitação". O que afirmei e reafirmo é que, entre as TP 14 e TP 42 ocorreram 26 licitações supostamente sem a devida publicidade e que alguém nas redes sociais, cujo nome não me recordo, chegou a calcular que o montante envolvido nelas seria de aproximadamente 56 milhões de reais. Número que acho muito provável. 

4) O vereador Felipe Lopes me perguntou diretamente se eu havia conversado com o coordenador de Comunicação do governo Beto Jordão sobre as possíveis irregularidades nas licitações. Respondi taxativamente que não. Conversara com ele sobre outros assuntos. Sobre o pessoal do governo ler o blog é fato, neste e no governo anterior. O Google e o Facebook já disponibilizam para blogueiros informações sobre seus leitores, até mesmo o IP de seus computadores. Isso é fato. Agora, de forma alguma, posso assegurar que Beto Jordão, apesar de saber que ele é leitor assíduo do blog, tenha lido as postagens sobre as possíveis irregularidades no Boletim Oficial.  Portanto, não sou capaz de "julgar que os agentes (incluindo Beto Jordão)  sabiam das denúncias feitas na sua pagina", como apregoa o jornal.  

5) Assim que tiver a posse- já requerida- da gravação de meu depoimento à CPI do BO o publicarei aqui.

Comentários no Facebook:





Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 18:38

Quarta-feira, 11.09.13

Editor de jornal de Búzios é condenado por publicar matéria ofensiva sem provas

"O Juizado Especial Adjunto Criminal de Búzios do Tribunal de Justiça do Estado do Rio condenou o editor-chefe do jornal Primeira Hora, Eduardo Borgerth Teixeira, a um total de seis anos e três meses de detenção, além do pagamento de 82 dias-multa.

Ele é acusado da prática de crimes de calúnia, difamação e injúria contra o prefeito de Búzios, André Granado, e por calúnia e difamação contra o secretário de Ordem Pública de Cabo Frio, coronel Gilson da Costa. Nas duas condenações, o regime inicial das penas será o aberto, e o réu poderá recorrer em liberdade. Cada dia-multa corresponderá a meio salário mínimo, e o empresário terá de comparecer de dois em dois meses em juízo para justificar suas atividades.

Em matéria publicada em abril deste ano, o jornal afirmou que o prefeito de Búzios teria recebido dinheiro de empresas para viajar à Disney, depois de firmar ilegalmente contratos emergenciais sem licitação. Já no segundo caso, o jornal disse que o secretário de Ordem Pública de Cabo Frio teria montado na Procuradoria-Geral do município um sistema de bloqueio de celular e de interceptação de chamadas.
Em ambos os processos, as sentenças consideraram os textos ofensivos e sem dados concretos que fundamentem as supostas denúncias".

Processos nº 0003089-35.2013.8.19.0078 // 0002908-34.2013.8.19.0078

Notícia publicada pela Assessoria de Imprensa em 09/09/2013 00:00

Fonte: http://portaltj.tjrj.jus.br/web/guest/home/-/noticias/visualizar/135003

Comentários no Facebook:



Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 01:38

Terça-feira, 09.07.13

Deu na blogosfera da região

RAPIDINHAS ……DE BÚZIOS

Vereador Henrique Gomes, foto Jornal do Totonho

- "O vereador Henrique Gomes acaba de protocolar junto ao Ministério Público, denúncia de fraude em licitação de serviços de varrição e capina no município de Búzios.

- Na mídia buziana, o empresário Nani Mancini, nem tão discretamente, articula a compra do Jornal Primeira Hora. A tendência é a imprensa da península ficar bem mais quente. Ou não?

- A câmara de Búzios vai apresentar requerimento convocando a secretária municipal de planejamento a prestar esclarecimentos na Casa. Deve convocar todos que atuam na construção civil para estar na sessão. Vai ser uma festa!

- A crise na saúde pública de Búzios é tão grande, que o prefeito André Granado tem pedido emprestado remédios ao Doutor (doutor mesmo) Alair Francisco, o “Sereníssimo”. Mas em Cabo Frio também está faltando. Como é que fica?

- Estranhamente o prefeito de Búzios, rompeu contrato com o Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro para publicação do Boletim Oficial e contratou sem licitação a gráfica do Jornal Diário Costa do Sol. Com a palavra o Ministério Publico".

Fonte: http://www.jornaldototonho.com.br/?p=46088


Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 00:04

Domingo, 20.01.13

Autocríticas


REDES SOCIAIS E O PODER

“Chega a ser patética a forma como alguns seguidores de Mirinho Braga tem se manifestado na internet, Os órfãos do ex-prefeito, ora em perfis verdadeiros, ora em falsos, não poupam ataques a ninguém , mas não são capazes de lançar um olhar para si mesmos e enxergar onde erraram nos últimos quatro anos. Portam-se como se alguma força de fora tivesse chegado aqui e lhes arrancado a força do poder. Enquanto não identificarem em si mesmos a razão para o fracasso nas urnas, pastarão.”  (EduardoBorgerth, Coluna Observatório, JPH 20/01/2013).

Excelente análise, Eduardo! Gostei muito. Muito boa mesmo. Cai como uma luva nos seguidores de Mirinho. Nos Carlinhos, Alanzinhos, Ruyzinhos, Vitinhos, Camilinhas, etc. Claro que se tem que, necessariamente, fazer uma transição de uma posição à outra, através de uma autocrítica séria, senão fica-se pastando mesmo, como eles estão. Não fica bem criticar nos outros aquilo que não se critica em você mesmo, ou no governo que defendeu. É pura hipocrisia. Ou será aquela lógica que aceita que quem tá no Poder faça o que quiser, assim como aceita que os que estão de fora critiquem à vontade, aguardando a vez de voltar para fazer a mesma coisa. Não se precisa mudar nada, né?

Mas tem um detalhezinho. Não fica chateado não. Vou juntar também o teu nome à lista dos inhos lá de cima, porque também é patético ver você- também considerado por mim como mais um órfão do prefeito Mirinho- dizer no Editorial do JPH desta semana que o lixo de Mirinho era “ruim e caro”. Perdoe-me, Eduardo, mas você durante quatro anos nunca disse isso. Poderíamos ter economizado uma graninha. Nem uma palavrinha sobre a questão. Também não dá pra aceitar que o senhor reclame da publicação de atos oficiais da prefeitura em órgão de imprensa de outro município. Quando Mirinho publicava edital de licitação no Jornal O Povo, da baixada fluminense, o senhor ficava caladinho. Né? Mirinho, como Toninho, também era fantoche (“fraco e sem pulso”)? Fantoche de quem? Do Ruy? Porque não disse isso antes pra gente. É muito triste ter um prefeito fantoche. Imagina. Um banana nos governando. É isso?   Que tristeza!

Grave mesmo é ficar sabendo que “havia uma relação incestuosa entre os Poderes”. É mesmo Eduardo? Coisas incestuosas são sem-vergonhices graves. Você sabia e ficava calado. Não acredito Eduardo!  Quer dizer que nunca tivemos uma ‘justiça competente, imparcial e impessoal (que fosse) exercida por agentes públicos avessos a holofotes que se (portassem) com prudência e comedimento dentro, e fora do Fórum”. Você tá falando do Dr. João Carlos? Não acredito. Por que não falou nada pra gente antes. Quem lia o jornal achava o Doutor um excelente Juiz. Por que Eduardo?

Observação: os grifos acima são meus.

Comentários:

Já dizia um ditado árabe: " Deus me livre dos meus amigos, pois meus inimigos eu conheço muito bem ". Mirinho hoje deve estar entendendo este ditado ao pé da letra. Acabou a bajulação, puxação de saco e ...Ao que parece, o JPH esta sofrendo a falta de quem bajular, postar coisas mentirosas, tais como feitos " maravilhosos " da antiga gestão. Nadou, nadou e morreu na praia (Márcia Bispo)

Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 15:57

Domingo, 20.01.13

Nunca prestei serviço público!




 O senhor Eduardo Borgerth Renzullo Teixeira, editor e "dono" do Jornal Primeira Hora, publicou ontem (19) em sua coluna Observatório a preciosidade abaixo: 

OS FAKES DAS REDES SOCIAIS

“ Apropósito, num destes sites de relacionamento social, um manjado fake, apontoueste editor como possuidor de uma casa na Cidade avaliada em dois milhões deReais. Os valores estão longe de serem estes, mas, e se fossem? Qual oproblema, já que nunca ocupei cargo público, nemprestei serviços para nenhum governo? Quem mais tem que prestar satisfações a sociedade(e a Receita) a respeito de seus ganhos e patrimônios são aqueles que ocupam(ou ocuparam) cargos eletivos e seus agentes públicos. Aliás, fontes informarama este colunista que, após as eleições uma senhora teria estado com umempresário local ‘pedindo’ de volta uns terrenos os quais ela alega, seriam deseu marido, e que estariam em nome de terceiros. A justificativa era de que,com tanto tempo vago, o marido precisaria se dedicar a horta que pretendeconstruir ao lado de sua casa para tentar manter os nervos sob controle.” 

Que o senhor nunca ocupou cargo público todos nós sabemos, mas dizer que nunca prestou "serviços públicos" é piada. O senhor e o seu jornal chapa branca só fizeram isso durante quatro anos: prestações de "serviços públicos" para o prefeito de plantão. Como não sabe ser outra coisa, hoje está desesperado  batendo no novo governo, doido pra ser governo de novo. "André, me chama pra conversar!" 

Comentários no Facebook:


Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 14:53

Sexta-feira, 18.01.13

Recordar é viver XI - histórias do Boletim Oficial

Carlinhos Gonçalves, JPH, 23/05/2009
É engraçado como as pessoas esquecem as coisas rapidinho. Na verdade tinham que ficar caladinhos.  Vejam só.

"Desaparecimento.  

Será que foi seqüestrado (sic)? Pode ter fugido com uma (sic), feia, turista Argentina, ou, talvez, esteja no Maracanã dando suporte ao movimento pró-índios (sic) patrocinado pela turma do PSOl. Esse BO sempre foi assim, nasceu dando trabalho. O fato é que ninguém sabe onde o dito cujo se meteu. Seus primos Perú Molhado e Primeira Hora estão preocupados com o que possa ter acontecido, (sic) estão pensando, seriamente, em fazer um boletim de ocorrência na delegacia.

A loira afoita, solitária e depressiva já acionou o MP, pois acha que só essa instituição pode fazer o BO aparecer. Vai ver que ela tem razão, então deixemos a moça agir." (Mirinho Braga, blog do Mirinho Braga, 17/01/2013). 

"Depois de ter sido rodado de maneira absolutamente irregular, sem nome do responsável, gráfica, número de exemplares, etc etc etc, em desconformidade com o TAC assinado no governo passado e que pareciam ter esquecido, valido também para este governo, o chefe de Gabinete do Governo Carlinhos Gonçalves, responsável pelo assunto, acabou, obedecendo a recomendação do Prefeito Mirinho Braga, para que o B.O. fosse feito de maneira adequada. Custou, mas parece que agora é para valer. Embora já no final do mês 5, e com uma série de contratos que a população (pobre gente sem mandato, diriam alguns analfabetos sociais) não tomou, nem tomará, ciência nunca. Resta saber se todos os atos do Executivo, publicados naquele boletim fantasma, perderão a validade, ou não. Teve muito emprezario (opsss) empresário contemplado com contratos emergênciais, e até mesmo licitações que, a ‘mulambada’ como ditriam outros, jamais ficará sabendo...O que parecia ser uma ação entre ‘mui amigos’ deverá ficar mais transparente" (Eduardo Borgert, Observatório, JPH, 23/05/2009).

Observação: os grifos acima são meus.


- "Lembro que os antigos administradores respondem como réus a uma ação de improbidade administrativa, movida pelo Ministério Público da Tutela Coletiva - disse Ruy Borba, que ainda completou afirmando não acreditar que o chefe do Gabinete do Prefeito,  Carlinhos Gonçalves, responsável por ter dado início ao procedimento de licitação do BO, quisesse ir pelo mesmo caminho de Toninho Branco e DJ. O secretário Borba cancelou, de fato, a licitação porque a mesma não cumpriu as formalidades legais. Segundo ele, como o Boletim Oficial, de 13 de março (BO Nr.387), não circulou, `nem sequer em seu Gabinete fora deixado um exemplar', a licitação certamente não havia sido divulgada o suficiente  para poder despertar interesse geral. Independe disso, nenhuma referência foi feita aos termos do TAC a ser cumprido, e que em função de um rigoroso procedimento, geraria custos a toda operação. - Me pareceu um processo todo conduzido. Poderia não sê-lo. Mas tinha toda a cara. Na sexta-feira, que antecedia ao certame, fui perguntado sobre a realização dessa licitação, e eu afirmei que nada estava em curso. Não recebera o BO, portanto, eu não sabia de nada. E veja que o certame, pelo Edital publicado, se realizaria no meu Gabinete no dia 30 subseqüente...

Ruy Borba, que ainda revelou que ouvira a bizarra explicação que o BO, que vinha sendo rodado, era uma benemerência, ou seja, gratuidade, oferecida por um empresário. - Doações ao Poder Público devem se revestir de formalidades. Não é simplesmente deixar um maço de jornais, e assim tudo fica arreglado. Poder Público não faz escambo sublinhou Ruy Borba, acrescentando que até hoje não sabe, quem foi esse empresário que publicou os BO's" (JPH, 12/05/2009).

Comentário:
  1. Será que a atual administração vai seguir os padrões de outrora, dificultando o acesso a informação? O governo anterior chegou a deixar de publicar on line os B.Os . Aliás, se fosse distribuição On Line seria até melhor de se acompanhar e pesquisar, demonstrando mais transparencia por parte da administração pública, que aliás a publicação ampla dos seus atos, é mandatário de cunho constitucional e não favor de prefeitinhos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por ipbuzios às 22:21


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2020

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031